sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Casal é multado por abandono e morte de cachorro no Paraná

Fonte: http://bitscaverna.com.br/cachorroblog/?p=1896


"
Notícia do G1

Animal foi deixado em terreno após donos mudarem de casa em Cascavel.
Urso, como era chamado, teve pneumonia, desidratação e cinomose.




Donos do cão Urso, que morreu após ser abandonado, foram multados por crime ambiental (Foto: Laurenice Veloso/Acipa)
O Juizado Especial Criminal de Cascavel (PR) condenou, na semana passada, um casal por ter abandonado um cão vira-latas chamado Urso, que acabou morrendo à míngua em fevereiro deste ano.
Na audiência preliminar do juizado, os responsáveis pelo abandono do animal foram multados em um salário mínimo (R$ 465) a ser depositado em favor do Conselho da Comunidade e obrigados a ressarcir R$ 500 à Associação Cidadã de Proteção aos Animais (Acipa), que bancou os gastos veterinários na tentativa de recuperar o cachorro abandonado pela família.
O abandono, sofrimento e a consequente morte de Urso acabou custando R$ 965 aos “donos”, que foram denunciados pela Acipa por maus tratos, com base na Lei 9.605/98, que tipifica os crimes ambientais, entre os quais os maus-tratos a animais domésticos.
O caso de Urso começou no fim de dezembro, quando uma mulher ligou para a entidade denunciando o abandono de um cão pela família vizinha, durante uma mudança. O cachorro permaneceu durante dois meses  em um terreno e definhou por falta de cuidados, por mais que ela lhe desse comida e água sempre que podia.
No dia 29 de dezembro de 2008, a tesoureira da Acipa, Laurenice Veloso, foi ao local para atender ao chamado. “O bichinho estava que era pele e osso. Nunca vi um cachorrinho com olhos tão tristes.”
Ela descobriu o novo endereço do casal e foi até o local. “Os antigos donos me atenderam. Mostrei o cachorro à mulher e perguntei se ela o conhecia. Ela respondeu que sim, que o cão era dela e aproximou-se. Ela tentou justificar o abandono dizendo que o tinha doado para um pedreiro da construção ao lado. Por fim, acabou falando que o pobre Urso foi deixado para trás porque tinha pulado o muro e saído com uma cachorrinha”, disse Laurenice.
A representante da Acipa informou que daria atendimento veterinário ao cachorro e registraria Boletim de Ocorrência, denunciando-os por maus-tratos. Urso ficou internado numa clínica veterinária durante o período de 29 de dezembro de 2008 até 20 de janeiro de 2009. “Ele teve pneumonia, desidratação e desnutrição.”
Ao receber alta, Urso foi adotado por Laurenice, mas acabou sofrendo complicações de saúde e sequelas de uma cinomose (paralisia dos movimentos dos membros), e foi submetido a eutanásia em 19 de fevereiro.“Foi um sofrimento. Acompanhei o Urso até o último momento.”
Aproveite esse momento para assinar uma petição pela manutenção  da lei 9605/98 (lei que tipifica como crime o ato de maus-tratos a animais domésticos e domesticadosaqui.
"