sábado, 19 de novembro de 2011

Pet shop inova ao atender em domicílio

Fonte: http://bitscaverna.com.br/cachorroblog/?p=1957

"


Atendendo em domicílio, pet shop móvel fatura até três vezes mais do que os concorrentes. “É diferente você tratar um animal na frente do dono. Então, o meu preço de trabalho é mais caro do que dos melhores petshops de Goiânia.”, afirma Ricardo Duarte, dono do empreendimento na capital de Goiás.
empresário toca o negócio em parceira com a esposa Josiane. A ideia surgiu quando Duarte ficou desempregado. “Viemos para Goiânia com a intenção de montar um petshop que seria um salão de beleza para cães, com hora marcada. O dono poderia ficar esperando, assistindo o banho, o tratamento. Mas vimos que ficava caríssimo. A quantidade de clientes que teríamos condições de atender inviabilizava o negócio”, explica o empresário.
A providência agiu a favor do casal. “Enquanto procurávamos uma forma de montar o negócio, parentes nos pediram para dar banho nos cães deles. Um amigo também pediu que fôssemos na casa dele e aí deu aquele estalo: de que seria uma opção, algo diferente, que não tinha no mercado”, lembra Ricardo Duarte.
Qualidade e boca a boca
O casal investiu a economia que tinha no negócio: R$ 18 mil. Comprou equipamentos, carro e confeccionou cartões para divulgar o trabalho. Distribuíam o cartão para quem passasse por eles com um cachorro. Hoje, atendem os clientes em domicílio.
Como tiveram uma cadela que tinha problemas no pelo, Duarte e a Josiane conheciam cuidados e produtos especiais. A qualidade do trabalho estimulou a divulgação boca a boca. “Chegamos num ponto que já não temos como atender mais clientes, temos nossa agenda lotada de segunda a sábado”, diz o empreendedor.
Eles diversificaram o negócio. Hospedam na própria casa os animais quando os donos precisam viajar. Ainda ajudam os criadores a encontrar machos ou fêmeas da mesma raça para cruzar com os seus cães.


fonte: Sebrae

"