sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Não ofereça chocolate para o seu cachorro!

A Rebeca adora chocolate... mas, o de cachorro!



Pois o chocolate é venenoso para os cães, podendo causar coma e até a morte. Tudo por causa de duas substâncias: a Teobromina, que é encontrada no cacau e a cafeína.

"A teobromina, encontrada em quantidade muito superior à cafeína nos chocolates, é o maior problema."


"Geralmente, os efeitos clínicos dessa intoxicação são percebidos entre 6 a 12 horas após a ingestão do chocolate e persistir por até 3 dias. Os sintomas iniciais são: aumento da ingestão de água, vômito, diarréia, dilatação abdominal e inquietação (incômodo, agitação). O quadro pode evoluir para hiperatividade, aumento do volume urinário, ataxia, tremores e estado de apreensão. E, mais fatidicamente, aumento da frequência dos batimentos cardíacos (taquicardia), aumento dos movimentos respiratórios (taquipnéia), azulamento das mucosas (cianose – falta de oxigenação nos tecidos), hipertensão, aumento da temperatura corpórea e o quadro pode, enfim, evoluir para hipotensão, queda da temperatura corpórea, coma e morte.

(Rebeca Flor)

Ainda há o fato de que, como o chocolate possui grande quantidade de gordura, o pâncreas também sofre importantes danos."

"A  quantidade de chocolate necessária para provocar a intoxicação dos cães é muito variável e depende do porte do animal, sensibilidade e até o tipo de chocolate ingerido. Sabe-se que o chocolate amargo possui uma quantidade de teobromina oito vezes maior do que o chocolate ao leite. Embora, como já dito, a dose que causa intoxicação seja variável para cada indivíduo, se um cãozinho de dois quilos ingerir uma barra de 120 g de chocolate ao leite, essa quantidade pode ser letal. Em um cão bem maior, essa mesma dose pode não ser fatal, mas causar problemas gastrointestinais ou neurológicos.

(Rebeca Flor)

Algumas empresas produzem "chocolates caninos", um produto que possui apenas o aroma do chocolate, sem possuir o princípio ativo tóxico. É uma boa alternativa para satisfazer o cão sem correr riscos."

Fonte: http://www.webanimal.com.br/cao/index2.asp?menu=intoxicacao_chocolate.htm
http://www.saudeanimal.com.br/rogerio_intoxicacao_choco.htm