sábado, 22 de dezembro de 2012

Férias da Rebeca Flor - 1⁰ Dia - Viagem Salvador

Nós fomos para Salvador passar o Natal e Ano Novo com nossos familiares, embarcamos pela TAM, pois é a única empresa que permite que eu vá na cabine com os meus pais.
Eu fui nessa casinha aí, é importante saber que antes do dia do embarque, com bastante antecedência, eu e meus pais fomos no aeroporto e perguntamos se a casinha era adequada e entrava nos padrões da TAM.
Eles me pesaram junto com a csinha, ficamos com 10 quilos no total, que é o peso máximo para embarque de animais na cabine.
Fomos informados de que mesmo que eu tivesse mais de 10 quilos poderia embarcar na cabine, pois cães de focinho curto não podem viajar de outra forma, já que possuem problemas respiratórios que poderiam causar morte.
Aconselho quem quiser viajar dessa mesma forma a passar por todos os processos que nós passamos para não ter nenhuma dor de cabeça. Confirmem todas as informações!
A minha passagem foi marcada com muito tempo de antecedência, pois as empresas só costumam embarcar dois animais por vôo. 
Chegamos com antecedência de duas horas antes do horário do embarque, para que pudéssemos solucionar quaisquer problemas que surgissem. 
Enquanto não dava o horário do embarque fiquei descansando no saguão, com água disponível. Também fui levada para fazer xixi ou algo mais antes do embarque, para que não ficasse apurada! Meus pais sempre levam a minha garrafinha de água e umas sacolinhas pra recolher vocês sabem o quê! 
No balcão tivemos que apresentam um atestado do meu médico veterinário dizendo que eu estou saudável e com as minhas vacinas e vermifugações em dia, isso nos custou 80 reais.
Minha "passagem" custou 170 reais. O cálculo é feito desta forma: valor da tarifa no dia do embarque X 0,5% X o meu peso. 
Eu fiquei acomodada nos pés do papai. Não é muito espaçoso, mas fui dormindo o tempo todo, não lati, nem chorei, também não incomodei ninguém. 
É obrigatório que eu vá na poltrona que fica na janela para que não incomode a passagem de ninguém. Isso nos causou um pouco de transtorno, pois não podemos marcar o lugar com antecedência, tem que ser marcado no check-in, no aeroporto. E é claro que no final de ano, todos os lugares estavam preenchidos. Tivemos que pedir para um casal sentar separado pelo corredor para que eu e meus pais pudéssemos sentar juntos. Se bem que eles não se importaram nem um pouco em ceder o lugar, muito pelo contrário, adoraram a minha companhia.
Aí está a nossa chegada em Salvador, fomos recepcionados pelo meu avô que foi nos buscar no aeroporto.  
Olha eu andando de carrinho de bagagens no estacionamento!
Aí é a saída do aeroporto, nesta foto estamos indo para a casa dos meus avós. Que tempo bonito, que dia ensolarado!