quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Doença do Carrapato

Identificando o vilão

Carrapato no cão

Entendendo a doença
A doença do carrapato, também conhecida como hemoparasitose, é uma das mais temidas pelos donos de cachorros, pois, apesar de possuir tratamento e cura, os seus sintomas causam preocupação e a enfermidade também pode ser fatal para o pet.
Se apresentando de dois modos, a erlichiose (ou erliquiose) e a babesiose, a doença do carrapato é mais comumente transmitida através do rhipicephalus sanguineus, o conhecido carrapato marrom, que se aloja no corpo do cachorro e se alimenta de seu sangue. As duas formas da doença são causadas por agentes diferentes, e também podem acometer o cachorro juntas, agravando ainda mais o estado clínico do animal.
A babesiose age sobre os glóbulos vermelhos, enquanto a erlichiose ataca os glóbulos brancos do sangue, destruindo-os e afetando o organismo do cão infectado. 

Como detectar a doença
O sintoma mais claro da doença do carrapato é, provavelmente, a depressão. A enfermidade gera fraqueza, anemia, febre, perda de apetite, levando ao cansaço e ao desânimo.
Se um cão que costuma ser ativo e gostar de brincar começar a preferir ficar mais tempo deitado e sem se movimentar, uma visita ao veterinário é recomendada. Contudo, também é possível que a doença passe despercebida em um cão que passe mais tempo sozinho em casa ou que seja menos ativo, por isso é tão recomendado que ele sempre passe por visitas periódicas ao veterinário para exames e um check-up geral.

Como diagnosticar
As doenças do carrapato são diagnosticadas por exame de sangue, que pode dar sinais de alteração desde um hemograma com leucograma simples, porém existem exames mais específicos para o diagnóstico, como a sorologia para hemoparasitose, que normalmente inclui babesia e erlichia.

Como tratar
Tanto a erliquiose quanto a babesiose tem tratamento e podem ser curadas através de medicamentos ministrados pelo veterinário, porém, o mais interessante de se ressaltar é a importância do controle do ambiente, buscando sempre mantê-lo livre dos carrapatos que transmitem a doença. Quanto antes se inicia o tratamento maior a chance de eficácia. 
Já no inicio do tratamento o animal apresenta uma melhora nos sinais clínicos, mas para uma eliminação total normalmente é necessário um tempo maior, levando semanas a meses para efetivamente livrar o animal da hemoparasitose.
O tratamento deve ser iniciado o mais cedo possível, a doença do carrapato pode levar a uma degeneração da medula, que é a parte do corpo responsável pela produção dos glóbulos vermelhos entre outros, causando uma anemia profunda e podendo levar o pet a óbito.

Como tirar um carrapato do meu cachorro
Se durante uma inspeção no corpo do seu pet, em busca de carrapatos, você encontrar um, procure não tirá-lo com a mão. Isso pode fazer com que ainda alguma parte do parasita fique no corpo do animal, podendo causar infecções. O ideal é aplicar algumas gotas de vaselina ou de parafina ao redor do carrapato, esfregar com cuidado até amaciar a pele e depois tentar retirá-lo com cuidado.
Após inteiramente retirado, o carrapato deve ser colocado em um recipiente com álcool, para eliminá-lo do ambiente junto com seus ovos. Além disso, existem no mercado pinças desenvolvidas especialmente para a retirada de carrapatos, que podem ser encontradas em lojas especializadas em pets. Não se esqueça de lavar bem as mãos após manipular o seu pet infectado.

Como prevenir
Melhor do que remediar é prevenir, se seu animal mesmo depois de tratado continua sempre voltando a ficar infestado de carrapatos, utilize remédios para carrapato com a frequência recomendada na bula, normalmente uma vez ao mês, para que ele fique sempre livre destas doenças do carrapato.

Fonte: CachorroGato

domingo, 22 de dezembro de 2013

Cesar Millan - Ensinamentos Básicos

Assistam este vídeo de 47 minutos do Cesar Millan, ele ensina neste episódio do Encantador de Cães alguns conhecimentos básicos que qualquer dono de cão tem que ter desde filhote.


Esses vídeos são retirados o tempo todo por motivo de direitos autorais, se você vir que o vídeo saiu do ar , por gentileza avise-nos para que possamos alterar a publicação.

Contribua com a manutenção do Blog!

Um cheiro.

Rebeca Flor.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Um Pug no Natal de NY!

Esse vídeo é lindo! Muito bem produzido e editado!

Lançador de bolas para cães!

Você tem um cão hiperativo que adora que você jogue a bola para ele?
Você não precisa sujar as mãos na bola cheia de lama ou baba de cachorro, é só pegá-la com o suporte especial para isso! 

Custa 24 dólares.

Fonte: http://thegadgetflow.com/portfolio/hyper-dog-ball-launcher-24/

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Pug bravo!

Você nunca viu um pug bravo!
Eu vou te dizer o porquê!
Pugs são cães de companhia, não são de guarda, nem de caça, nem cães de trabalho!
Mas se você não educa o seu cachorro da forma correta você pode estar incentivando ele a ser agressivo.
Assista esse vídeo e depois leia a análise que eu faço embaixo.
O comportamento do cachorro não é engraçado, as pessoas estão dando risada porque é um cachorro pequeno e inofensivo, mas se fosse um cachorro grande, todos sairiam correndo de medo!
O correto seria ensinar ao cachorro que o objeto não é dele, é seu! E você faz isso mostrando dominância para o cachorro. Coloque-se acima do objeto e afaste o cachorro aos poucos.
Não dê carinho enquanto o seu cachorro estiver fazendo uma coisa errada! Isso é muito importante!
Se fosse uma criança que estivesse fazendo algo errado, você não agiria dessa forma.
Seja firme, sem ser violento. Não há necessidade de agressão física, nem de gritar.
Espero ter ajudado. Estamos sempre disponibilizando dicas de como educar o seu cachorro. Acompanhe o nosso blog e os programas do Cesar Millan no Animal Planet.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Em NY, 16 pugs ajudam homem a pedir namorada em casamento

Edward Grant, de 27 anos, aproveitou a paixão da namorada por pugs para lhe fazer um grande pedido.

Duas semanas antes da dupla, que vive em Londres, embarcar para uma viagem a Nova York, o rapaz entrou em contato com um grupo de proprietários de pugs que viviam próximo ao Central Park. Explicando sua ideia, ele convenceu os donos dos bichinhos a comparecer no parque e ajudá-lo com a surpresa.
Após levar Alex Justins, a namorada, para almoçar, Grant propôs um passeio pelo Central Park.

Foi na ponte Bow Bridge que Alex avistou um pug enfeitado com um balão em formato de coração. Como Grant já esperava, a moça correu para brincar com o cão. Ao se aproximar do bicho, outros 15 pugs enfeitados com balões a cercaram.

Grant, então, explicou que a presença dos animais era parte de uma estratégia para pedi-la em casamento.

Após aceitar o pedido, Alex declarou que pretende ter um pug e, para homenagear seu futuro marido e o pedido de casamento, o bichinho deverá se chamar Bow, como a ponte onde tudo aconteceu.

Fonte: http://revistagloborural.globo.com/Colunas/planeta-bicho/noticia/2013/12/fotos-em-ny-16-pugs-ajudam-homem-pedir-namorada-em-casamento.html

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Bola-sorriso

Vocês já viram semana passada aqui no Blog a bola-bigode, agora verão a bola-sorriso!
Quando o seu cachorro colocar essa bola na boca você e seus amigos vão morrer de rir!

Custa 7 dólares.

Fonte: http://thegadgetflow.com/portfolio/rogz-grinz-ball-dog-toy-7/

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Bola-bigode!

É uma bola de um lado e um bigode do outro. Quando o seu cão colocá-la na boca você vai morrer de rir!
Custa 13 dólares!

Fonte: http://thegadgetflow.com/portfolio/humunga-stache-dog-toy-13/