segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Fui atropelada

Eu estava na frente da casa dos meus avós ontem a noite (09/11/2014), tinha recém chegado e ia atravessar a rua em direção ao prédio, quando escapei da coleira e entrei debaixo de um carro que passava.


Na hora eu gritei e chorei de dor e todos ficaram muito nervosos, estavam presentes meus pais e avós e um amigo da família.

O carro que me atropelou não parou para prestar socorro, mas quem é que se importa com um cachorro, não é?

Meus pais me levaram imediatamente a um veterinário 24 horas, a doutora me avaliou, disse que eu não tinha quebrado nenhum osso, aparentemente, mas disse que eu ia precisar de uma ultrassonografia e me encaminhou para o SEMEVE que é o único local que tem ultrassonografia em Salvador/BA.

Lá no SEMEVE a doutora fez um exame detalhado em mim, viu minha temperatura, meus batimentos cardíacos, a cor das minhas mucosas, analisou os meus ossos, e como eu estava me apoiando e apertou minha barriguinha que estava sensível, pois foi onde o carro passou por cima.


O médico veterinário que faz o ultrassom foi chamado, ele estava de sobreaviso. Depois de meia hora o Dr. Claudio chegou, raspou o pelo da minha barriguinha, passou aquele gelzinho e verificou tudo!

Verificou a bexiga, o útero, a vesícula, o estômago, o baço, a aorta (eu nem sabia que ia até a barriga), o intestino, o fígado, enfim, tudo.

O médico disse que era um milagre, mas eu não tinha sofrido nada.

Ele disse que se eu sou como um gato, que tem 7 vidas, eu já gastei umas 4 de vez!

A médica recomendou que eu ficasse no hospital em observação, mas estávamos longe de casa e minha mãe ficou apreensiva em me deixar longe dela, então a médica pediu para a mamãe verificar a minha temperatura durante a noite, que tem que estar entre 37,5 e 39,3 graus Celsius. 


Pediu para verificar também se apareceria uma equimose na minha barriguinha.

Equimose é um derramamento de sangue por baixo da pele.

Minha temperatura se manteve normal e apareceu um pequeno hematoma no meu umbigo.

Eu tenho bebido bastante água. Acordei de madrugada algumas vezes pra beber.

Acordei também as 5 da manhã para comer ração e fazer cocô.

De manhã cedo fiz xixi. Tudo sem sangue. A médica pediu pra verificar se nas fezes e urina apareceria sangue.

Agora estou bem. Tomando um antiinflamatório e um analgésico. Só não consigo parar de soltar pum.

Quando eu sarar por completo eu escrevo aqui novamente pra vocês ficarem tranquilos.

Ontem a noite foi um pesadelo, o susto foi muito grande e eu poderia ter morrido, ou ficado aleijada.

Minha mãe só vai usar coleira peitoral agora comigo, ela está se sentindo muito mal por ter usado uma coleira que eu podia escapar.

Acho que eu não sou de muita confiança..

Graças à Deus não aconteceu nada mais grave, sé fiquei com alguns arranhões na barriga.

Meu pai teve que colocar a mão no bolso ontem, ele gastou muito dinheiro comigo, tá aí o resumo das despesas:


  • Consulta - R$ 130,00 
  • Ultrassonografia de emergência - R$ 300,00
  • Medicamentos aplicados (analgésico, antiinflamatório e antibiótico) - R$ 50,00
  • Analgésico - R$ 50,00
  • Antiinflamatório - R$ 30,00
Total - R$ 560,00


Por isso, quero agradecer muito ao meu papai por ter trabalhado duro para ter dinheiro e gastar comigo nesse momento difícil.

Te amo papai!

Um cheiro pra todos.

Rebeca Flor.

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Curiosidade Grumple

Em inglês, um grupo de pugs é chamado de "grumple", que significa rabugice. Isso se deve às dobrinhas na face dos pugs, o que dá a impressão de que estão emburrados!


Fonte:buzzfeed

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Pug Borboleta!

Super criativa essa fantasia e para falar bem a verdade não é nada difícil fazer, afinal essa asinha você compra pronta até nas Lojas Americanas em época de carnaval!


Quem se arrisca a fazer e mandar a foto pra gente publicar aqui?

Um cheiro.

Rebeca Flor.

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Pug Boat!

Que pena que você está passando frio aí no Sul do país, porque eu moro no Nordeste e aqui está fazendo um calor danado! rsrsrsrs


Relax!

terça-feira, 8 de julho de 2014

Pablo, o crítico de alimentos!

Esse é o Pablo, ele é um crítico renomado. Hoje vocês verão o Pablo fazendo a crítica de alguns alimentos. Divirtam-se!


Um cheiro.

Rebeca Flor.

terça-feira, 24 de junho de 2014

Rebeca Flor Pug como Daminha de Honra

Minha mamãe e meu pai se casaram no dia 21 de junho e eu fui a daminha de honra, levei as alianças até o altar e me comportei como uma princesa como de costume.



Minha mãe colocou uma bolsinha no meu pescoço, dentro estavam as alianças.



Na saída da igreja fui na carroça com os meus pais. 


O casamento ocorreu em uma cidade do interior da Bahia, na Fazenda Macambira dos meus avós.



Eu queria muito sentar na burra que levou a gente da igreja para a fazenda.


O casamento passou na TV Bahia (filial da Globo), quem quiser ver a matéria é só clicar aqui!

Um cheiro.

Rebeca Flor.

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Festa Junina - Encontro de Pugs em Salvador

Fui em um encontro de Pugs que aconteceu na Praça Ana Lúcia Magalhães em Salvador neste final de semana (07/06/2014), das 09h às 13h. O tema era festa junina!


(para ver a foto maior basta clicar)

Nessa foto metade das pessoas e pugs já haviam ido embora, esses foram os últimos a sair. Eu contei cerca de 30 pugs no encontro!

A minha mãe fez uma roupinha especial para mim e esqueceu de colocar :( affff!



Mas eu peguei emprestado esse chapeuzinho para tirar uma foto!

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

domingo, 5 de janeiro de 2014

Sarna Demodécida X Rebeca Flor

IDENTIFICANDO A DOENÇA

Uma semana depois de a minha mãe ter me levado para casa apareceu uma bolinha no meu fuço, a minha mãe me levou em uma veterinária que achou que era alergia e me passou um colírio, pois a bolinha ficava bem próxima do olho.
Algum tempo depois as bolinhas se multiplicaram e meus pais me levaram no veterinário novamente, dessa vez em outro médico. 
O doutor disse que achava que o que eu tinha era sarna e que ele teria que fazer um exame de raspado para confirmar.
Tive sorte pois o médico tinha especialidade para fazer o exame ele mesmo, assim o exame custou na época (2010) vinte reais.
Se tivesse que levar para o laboratório teria custado o dobro do preço.
Esse exame foi repetido várias vezes durante o tratamento.

TRATAMENTO

O médico veterinário indicou um sabonetinho para eu tomar banho e um remédio chamado Mectimax, que custava cinquenta reais a caixa.
Durante o meu tratamento usei duas caixas.
É um comprimido muito forte, e eu estava em fase de crescimento, portanto tive que ajustar a dose a cada 15 dias.
Conforme o meu peso aumentava eu aumentava o tamanho do comprimido.
Minha mãe me lavava toda a semana (corpo todo) e lavava só a minha cabeça mais uma vez na semana, que era onde estava pior a infecção.

SOBRE A DOENÇA

A sarna demodécica é uma doença causada por um ácaro que vive embaixo da pele do cachorro, quando ele se reproduz muito rápido ocorre a doença.
Quando o ácaro morre é comum inflamar o folículo (a pele) e isso faz com que acumule pus no local.
O cachorro sente muita coceira e costuma coçar o lugar que está infeccionado, fazendo com que fique ainda pior o local, pois a unha fere a pele sensível e sangra.
No meu caso, a mamãe fez um sapatinho pra mim de pano, assim eu não podia me machucar.

TRANSMISSÃO

É passada de mãe para filho através da mamada.
Normalmente os veterinários recomendam que você não deixe o seu cachorro ter filhotes para não transmitir o ácaro para eles.
Ou recomendam que os filhotes não mamem na mãe, mas isso é caro e meio absurdo, pois nenhum outro leite tem os nutrientes necessários para os filhotes.
Você pode e talvez até deva deixar o seu cão se reproduzir, desde que informe para o futuro comprador dos filhotes que eles possuem a doença, preferencialmente por escrito, para não ter problemas judiciais.

COMO DENUNCIAR O CANIL QUE VENDEU O CÃO COM A SARNA DEMODÉCICA - FORMAS JUDICIAIS DE SOLUÇÃO (clique aqui)

PERGUNTA SOBRE SARNA DEMODÉCICA (clique aqui)

Dúvidas? Escreva para rebecaflorpug@gmail.com

Um cheiro!

sábado, 4 de janeiro de 2014

Almofadas de pug

A fabricante das almofadas me escreveu e disse que destina parte do lucro da venda das almofadas para a castração de animais de rua.
Alfofada FACEPUG - REF.020
(15% do valor é destinado para a causa animal)
Estampa frente - fibra siliconada
R$ 30,00
Medidas: 42cmX38cm

Alfofada CÃO - REF.002
(15% do valor é destinado para a causa animal)
Estampa frente - fibra siliconada
R$ 30,00
Medidas: 44cmX27cm
O endereço do face é esse.