segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Fui atropelada

Eu estava na frente da casa dos meus avós ontem a noite (09/11/2014), tinha recém chegado e ia atravessar a rua em direção ao prédio, quando escapei da coleira e entrei debaixo de um carro que passava.


Na hora eu gritei e chorei de dor e todos ficaram muito nervosos, estavam presentes meus pais e avós e um amigo da família.

O carro que me atropelou não parou para prestar socorro, mas quem é que se importa com um cachorro, não é?

Meus pais me levaram imediatamente a um veterinário 24 horas, a doutora me avaliou, disse que eu não tinha quebrado nenhum osso, aparentemente, mas disse que eu ia precisar de uma ultrassonografia e me encaminhou para o SEMEVE que é o único local que tem ultrassonografia em Salvador/BA.

Lá no SEMEVE a doutora fez um exame detalhado em mim, viu minha temperatura, meus batimentos cardíacos, a cor das minhas mucosas, analisou os meus ossos, e como eu estava me apoiando e apertou minha barriguinha que estava sensível, pois foi onde o carro passou por cima.


O médico veterinário que faz o ultrassom foi chamado, ele estava de sobreaviso. Depois de meia hora o Dr. Claudio chegou, raspou o pelo da minha barriguinha, passou aquele gelzinho e verificou tudo!

Verificou a bexiga, o útero, a vesícula, o estômago, o baço, a aorta (eu nem sabia que ia até a barriga), o intestino, o fígado, enfim, tudo.

O médico disse que era um milagre, mas eu não tinha sofrido nada.

Ele disse que se eu sou como um gato, que tem 7 vidas, eu já gastei umas 4 de vez!

A médica recomendou que eu ficasse no hospital em observação, mas estávamos longe de casa e minha mãe ficou apreensiva em me deixar longe dela, então a médica pediu para a mamãe verificar a minha temperatura durante a noite, que tem que estar entre 37,5 e 39,3 graus Celsius. 


Pediu para verificar também se apareceria uma equimose na minha barriguinha.

Equimose é um derramamento de sangue por baixo da pele.

Minha temperatura se manteve normal e apareceu um pequeno hematoma no meu umbigo.

Eu tenho bebido bastante água. Acordei de madrugada algumas vezes pra beber.

Acordei também as 5 da manhã para comer ração e fazer cocô.

De manhã cedo fiz xixi. Tudo sem sangue. A médica pediu pra verificar se nas fezes e urina apareceria sangue.

Agora estou bem. Tomando um antiinflamatório e um analgésico. Só não consigo parar de soltar pum.

Quando eu sarar por completo eu escrevo aqui novamente pra vocês ficarem tranquilos.

Ontem a noite foi um pesadelo, o susto foi muito grande e eu poderia ter morrido, ou ficado aleijada.

Minha mãe só vai usar coleira peitoral agora comigo, ela está se sentindo muito mal por ter usado uma coleira que eu podia escapar.

Acho que eu não sou de muita confiança..

Graças à Deus não aconteceu nada mais grave, sé fiquei com alguns arranhões na barriga.

Meu pai teve que colocar a mão no bolso ontem, ele gastou muito dinheiro comigo, tá aí o resumo das despesas:


  • Consulta - R$ 130,00 
  • Ultrassonografia de emergência - R$ 300,00
  • Medicamentos aplicados (analgésico, antiinflamatório e antibiótico) - R$ 50,00
  • Analgésico - R$ 50,00
  • Antiinflamatório - R$ 30,00
Total - R$ 560,00


Por isso, quero agradecer muito ao meu papai por ter trabalhado duro para ter dinheiro e gastar comigo nesse momento difícil.

Te amo papai!

Um cheiro pra todos.

Rebeca Flor.